PROPESP

 

 

Na Capes, reitor pede voz ativa do Norte em agenda nacional de avaliação e políticas de PPGs

Em cumprimento à agenda institucional na capital federal, Brasília (DF),  o reitor da Ufam, professor Sylvio Puga e a pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação (Propesp), professora Selma Baçal, reuniram na manhã desta quinta-feira, 07, com o presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Abilio Baeta Neves. O encontro, que aconteceu na sede da organização, teve como pautas a inserção da Ufam e de outras instituições de nível superior da região Norte dentro de uma agenda nacional de avaliações promovidas em comitês, bem como a relação de apoio necessário às redes de pesquisa num contexto internacional, nos quais os docentes da Ufam concorrem. 

 
Fazendo menção ao Programa de Apoio à Consolidação e ao Avanço da Qualidade da Pós-graduação (PACPG), que consta no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), da Ufam, o reitor lembrou que a pós-graduação requer planejamento e investimento. “Nós tratamos com o presidente da Capes, a inserção e participação da Ufam no grupo de trabalho que atua visando aos estudos das políticas de indução e melhoria da pós-graduação na região norte do Brasil. Portanto, para nós, fortalecer os PPGs são prioridade e participarmos ativamente em esferas decisórias é o que nos fará avançar”, considerou o reitor. 
 
Internacionalização - Outro pleito apresentado durante a audiência foi a presença da Amazônia na concorrência do edital do Programa Institucional de Internacionalização (PrInt). Segundo a pró-reitora da Propesp, professora Selma Baçal, entende-se como imprescindível a participação da Ufam no processo de concorrência na política de internacionalização dos PPGs. “Dessa forma, requeremos, de maneira respeitosa, um maior aporte de bolsas de pós-doutorado para amparar os professores da Ufam, em especial aqueles vinculados aos Programas de Pós-graduação nos Programas de Pós-doutoramento, tanto no Brasil quanto no exterior”, afirmou a pró-reitora, que enumerou o trabalho já em curso das redes doutorado em Engenharia, na área da Saúde, em Ciências Ambientais e também da redes de doutorado em Educação, a Educanorte. 
 
Voz ativa - Ainda durante o encontro com o presidente da Capes, foi reiterada a importância da atuação da Ufam, bem como das demais instituições da região Norte, nos debates e decisões incorrentes no âmbito dos comitês de avaliação das diversas áreas do conhecimento. “Ao nosso ver, é preciso um olhar bastante avaliativo, também no sentido de apoiar as instituições da região norte do Brasil, sobretudo no momento em que no último quadriênio, a Ufam teve uma avaliação que merece reconsideração”, lembrou a pró-reitora da Propesp, professora Selma Baçal.  
Desenvolvido por: